143.61

A voz colombiana

Cláudia Samuel Kessler, Diana Patricia Bolaños Erazo

Na Colômbia há protestos desde o final de abril
E pouco ainda se ouve pelos rincões do Brasil
Barras bravas peleiam contra um governo opressor
“Se não há paz, não há futebol”, disse o torcedor

Antes do apito, haveria silêncio durante um minuto
Mas tiros, golpes e bombas reinaram em absoluto
E pra quem respirava futebol, mais que oxigênio
A polícia distribuiu cacetadas e gás lacrimogênio

As lágrimas caíram com o gás dentro do gramado
mas ao que parece não com a fome do povo desempregado
Aqui a poesia é arma, e a palavra é munição
O Estado quer cordeiros, mas recebe reação

Os colombianos deixaram as divergências, pra formar unidade
Enquanto médicos esgotados, dizem para toda a comunidade:
“Com paixão cuidei na UTI, a quem se contagiou numa festa,
Com o dobro cuidarei de quem agora por mim se manifesta”

Como prosseguir com Libertadores ou até a Copa América?
Ouvimos os interesses da Conmebol, mas pouco a voz periférica
Desde Gaitán, o colombiano se mostra forte e aguerrido
Escutem: O terror do Bogotazo nunca será esquecido!

Enquanto lá fora vigora uma greve nacional
O discurso da direita ecoa abusivo e imoral
Para quem tem ganas, não há desistência
O povo unido organiza pontos de resistência

Não é só a reforma tributária, é a luta pela sociedade igualitária
“Onde comem dois, comem mil” dizem as mães comunitárias
“Sopa é janta”, sim; nas ruas o sancocho é prato principal
Em meio à luta conjunta, em busca do mesmo ideal

São os espaços reinventados em tempos de guerra,
É a semente que vira floresta e produtos da terra
Onde havia força tática e repressão,
agora florescem livros, poesia e canção

“Parem de nos matar” é o que diz, em coro, a população,
Os resultados surgem e nos ministérios já houve demissão,
Ainda se luta para barrar as reformas da aposentadoria e da educação,
As vozes colombianas se erguem: “Enquanto houver injustiça, persistirá a revolução!”

Protestos Colômbia 2021

Protestos em Cali em 1º de maio de 2021. Foto: Wikipédia

Glossário:

Barras bravas – É o nome dado às torcidas organizadas na Colômbia.
Bogotazo – Nome dado aos protestos acontecidos após o assassinato de Jorge Eliecer Gaitán, em 1948.
Gana – Em espanhol, significa vontade, desejo.
Gaitán – Jorge Eliecer Gaitán, candidato à presidência colombiana pelo Partido Liberal. Foi assassinado em 9 de abril de 1948. Dentre suas realizações, promoveu reformas sociais (tais como restaurantes populares) durante o seu mandato como prefeito de Bogotá e congressista.
Sancocho – Sopa feita com frango, milho, batata e plátano (espécie de banana da terra).
Peleiam – Expressão que significa brigar ou lutar, em estados como Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

 

Como citar

KESSLER, Cláudia Samuel; ERAZO, Diana Patricia Bolaños. A voz colombiana. Ludopédio, São Paulo, v. 143, n. 61, 2021.