O clube como vontade e representação

Biblioteca

Seja um dos 15 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISBN 8575775804
Futebol - Torcedores; Jornalismo Esportivo

O clube como vontade e representação

o jornalismo esportivo e a formação das torcidas organizadas de futebol no Rio de Janeiro
Tema

Futebol - Torcedores; Jornalismo Esportivo

Área de concentração

História

Páginas

588

Cidade

Rio de Janeiro

Editora

7Letras

Sinopse

Entre brigas, alianças, caravanas e emoções de todo tipo, o fenômeno da formação das torcidas futebolísticas traz um recorte bastante particular para o estudo das relações humanas e sociais. Partindo de um trabalho de pesquisa e de análise profundo e inovador, esta obra desvela o universo que gira em torno das torcidas de futebol, ajudando a compreender os mecanismos que moldaram e que regem esses atores/personagens ainda tão pouco estudados desde sua entrada em cena ao longo do século passado.

Sumário

Agradecimentos, 11

Prefácio - Luiz Henrique de Toledo, 15

Introdução, 21

PRIMEIRA PARTE: O torcedor como ator: a persona, a máscara e sua sombra

Capítulo 1 - Ethos de espectador, pathos de torcedor, 71

Capítulo 2 - O chefe de torcida: carisma, humildade e idolatria, 95

Capítulo 3 - Da autenticidade à ambição: novo estigma do profissionalismo, 133

SEGUNDA PARTE: O drama do Jornal dos Sports e a formação das Torcidas Jovens

Capítulo 1 - Microfísica do Poder Jovem, 163

Capítulo 2 - O paradigma geracional e a retórica da ruptura, 213

Capítulo 3 - O Estado e os estádios - e as multidões se organizaram?, 269

TERCEIRA PARTE: Genealogia da moral torcedora

Capítulo 1 - Arquelogias da violência, 339

Capítulo 2 - Da aventura: caravanas e narrativas de viagem, 407

Capítulo 3 - A lira & o bumbo - canto coletivo, cultura de massa, paródia, 487

Conclusão, 523

Referências Bibliográficas, 543

Caderno de imagens, 573

Observações

Sobre o autor
 
Bernardo Borges Buarque de Hollanda é autor de O descobrimento do futebol: modernismo, regionalismo e paixão esportiva em José Lins do Rego. Em sua pesquisa atual, fruto de um pós-doutorado na Maison des sciences de l"homme (MSH — Paris), desenvolve uma etnografia das torcidas organizadas do Paris Saint-Germain e dos Girondinos de Bordeaux.
Cadastre-se para receber novidades