Simoni Guedes - dos anos de formação a Subúrbio celeiro de craques

Biblioteca

Seja um dos 17 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 1678-4944

Retrato da antropóloga quando jovem: Simoni Guedes – dos anos de formação a Subúrbio, celeiro de craques

Periódico / Revista

Mana

Número

n. 1

Volume

v. 27

Páginas

p. 1-28

Cidade

Rio de Janeiro

Arquivos

Resumo

O presente artigo, escrito em homenagem à antropóloga Simoni Guedes (1949-2019), reconstitui elementos da trajetória de uma autora que exerceu notável influência na constituição de um campo de estudos para a antropologia dos esportes no Brasil. De início, o propósito do texto é dar a conhecer dados biográficos de suas origens familiares e de sua formação em Ciências Sociais na Universidade Federal Fluminense (UFF), entre os anos 1960 e 1970, informações via de regra pouco conhecidas, mesmo entre seus discípulos. Em seguida, aborda-se a importância de sua formação acadêmica no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS), do Museu Nacional, entre as décadas de 1970 e 1990, instituição em que se tornou mestra e doutora. Depois de traçar esse percurso intelectual formativo, tenciona-se por fim um exame mais detido em sua primeira publicação de vulto, dedicada à temática esportiva - “Subúrbio, celeiro de craques” -, que veio a lume em 1982, em coletânea germinal organizada por Roberto DaMatta: Universo do futebol.

Palavras-chave:
História das Ciências Sociais no Brasil; Antropologia do Esporte; Trajetória de Simoni Guedes

Resumo (outro idioma)

Escrito en homenaje a la antropóloga Simoni Guedes (1949-2019), el presente artículo tiene como objetivo reconstruir la trayectoria de una autora que ejerció una notable influencia al constituir un campo de estudios para la antropología deportiva en Brasil. Inicialmente, el texto se propone exponer los datos biográficos acerca de los orígenes de su familia y su formación en Ciencias Sociales en la Universidad Federal Fluminense (UFF), entre los años 1960 y 1970, informaciones que son generalmente poco conocidas, incluso entre sus discípulos. Después, se aborda la importancia de su formación académica en el Programa de Posgrado en Antropología Social (PPGAS) del Museo Nacional, entre los años 1970 y 1990, una institución donde se recibió como magíster y doctora. Tras el establecimiento de esta trayectoria formativa intelectual, por último, se realiza un análisis más detallado de su primera publicación dedicada al tema deportivo -“Subúrbio, celeiro de craques”-, que se editó en 1982 en una colección seminal organizada por Roberto DaMatta llamada Universo do futebol.

Palabras claves:
Historia de las ciencias sociales en Brasil; Antropología del deporte; Trayectoria de Simoni Guedes

Abstract

Written in honor of the anthropologist Simoni Guedes (1949-2019), this article reconstructs elements of the trajectory of an author who had a notable influence on the constitution of a field of research in the anthropology of sports in Brazil. First, this article makes known biographical data on her family origins and training in the Social Sciences at the Federal Fluminense University (UFF), in the 1960s and 1970s - information that is little known, even among her students. Second, I discuss the importance of her academic training at the Graduate Program in Social Anthropology (PPGAS) of the National Museum of Brazil, from the 1970s to the 1990s, an institution where she obtained her MPhil and Ph.D. After traversing this intellectual path, I take a closer look at her first major publications on sports - “Subúrbio, celeiro de craques” - which was first published in 1982, in Universo do futebol, a seminal volume edited by Roberto DaMatta.

Keywords:
History of social sciences in Brazil; Anthropology of sport; Simoni Guedes’ trajectory

Cadastre-se para receber novidades