Ludopédio Educa – Escola Gaúcha de Futebol: uma árvore genealógica dos treinadores do Rio Grande do Sul

Filipe Duarte

Será que existe uma Escola Gaúcha de Futebol? Essa indagação é o fio condutor de Filipe Duarte para construir (e ramificar) o quarto livro da Coleção Campo de Jogo, da Editora Ludopédio. E também a linha que norteia o curso homônimo a ser ministrado pelo jornalista e, atualmente, repórter da Rádio Gaúcha, no Ludopédio Educa de junho.

Filipe vai nos transportar no tempo para buscar as raízes do que vemos hoje e entendermos como escola gaúcha. Vai, por isso, dos primórdios, de quando ainda mal se entendia o que era ser técnico, à atualidade, dos cheios de fama e certezas. As sementes e, ao mesmo tempo, os frutos de uma terra que garantiu o comando da Seleção Brasileira nos últimos quinze anos, com quatro profissionais diferentes (!).

Afinal, o que seria de Luiz Felipe Scolari, Tite, Mano Menezes e Renato Portaluppi, sem os seus predecessores e, em alguns casos, até velhos professores? Estamos falando de gente pouco lembrada, que fundou tradições e linhas de pensamento, como Têlemaco, Otto Pedro Bumbel, Teté e Oswaldo Rolla, o Foguinho. E também de quem marcou época, títulos, bebeu na fonte de times do cenário mundial e virou inspiração, como Valdir Espinosa, Ênio Andrade, Cláudio Duarte e Otacílio Gonçalves.

Eis aqui sua chance de conhecê-los (a fundo, mesmo os mais estrelados), entendê-los (agora, com mais subterfúgios, tanto o curso como o livro), compará-los (com os times escalados nos campinhos e debatendo com o autor) e, então, responder sem titubear:

– Existe a tal escola gaúcha de futebol?

 

Docente

Filipe Duarte, jornalista e autor do livro Escola Gaúcha de Futebol: uma árvore genealógica dos treinadores do Rio Grande do Sul

 

Informações gerais

Inscrições: até 17 de junho de 2021
Data: 19 de junho de 2021
Horário: 14h30
Dia: Sábado
Duração: 2h30

Público Alvo: Graduandos(as) e pós-graduandos(as) das áreas de Humanidades, Comunicação, Educação Física; jornalistas esportivos; docentes da Rede Básica de Educação (pública e privada); estudantes de Ensino Médio; interessados(as) por esporte no geral.

Investimento: R$ 100,00 (integral – livro + aula), R$80,00 (valor 50% – livro + aula). O valor 50% é para estudantes, docentes da rede básica, negros, negras, indígenas e quilombolas.

Formato: aula ao vivo (plataforma Google Meet)

Entrega de Certificado Ludopédio.

Email para contato: enrico@ludopedio.com.br 

 

Formulário de inscrição: clique aqui

 

Forma de pagamento

Após se inscrever, fazer o pagamento por transferência/depósito bancário:

LUDOPEDIO E P C LTDA ME
Banco Itaú 341
Agência: 8955
Conta corrente: 13687-7
CNPJ: 26.779.837/0001-74
PIX: ludopedio@ludopedio.com.br

O pagamento pode ser feito até 17/06/2021. Enviar comprovante de pagamento para o e-mail: enrico@ludopedio.com.br (colocar no assunto COMPROVANTE CURSO)

 

Valores

Valor integral – livro + aula: R$100,00
– Para profissionais e pesquisadores(as) de diversas áreas (Humanidades, Comunicação, Educação Física), e demais interessados(as).

Valor reduzido (50%) – livro + aula: R$80,00
– Participantes autodeclarados negros, negras, indígenas e quilombolas.
– Para estudantes de Ensino Médio, Graduação e Pós-graduação  e docentes da Rede de Educação Básica (privada e pública)
No momento da inscrição, anexar comprovante (carteirinha, registro) de estudante ou docente. 

 

Política de cancelamento

– Se o cancelamento ocorrer até 5 dias antes da data de início do curso, o Ludopédio restitui o valor integral da inscrição.
– Se o cancelamento ocorrer menos de 5 dias antes da data de início do curso, o Ludopédio restitui 50% do valor da inscrição.
– Se o cancelamento ocorrer na data de início do curso ou depois, não há restituição.

 

Outras informações

– Curso online em tempo real na plataforma Google Meet. O link de acesso será enviado no dia anterior à aula e a sala abrirá com 10 minutos de antecedência.
– O programa completo, as referências bibliográficas e o material complementar serão enviados por e-mail para inscritas(os) confirmadas(os) e compartilhados por meio do Google Drive. 
– Cada estudante receberá do Ludopédio o Certificado do curso.
– Não serão aceitas falas e posturas de intolerância racial, sexual e de gênero. 

 

Professor:

Nascido em São Borja, em 1988, Filipe de Moraes Duarte se formou em jornalismo na URCAMP (Universidade da Região da Campanha), em Bagé, em 2008. No ano seguinte, em Bento Gonçalves, teve sua primeira experiência profissional na Rádio Viva News e portal Leouvê, fazendo reportagens em áreas diversas, como política e cultura, tendo maior ênfase na editoria esportiva.

Em 2010, transferiu-se para Porto Alegre, exercendo as funções de repórter e comentarista nas Rádios Gre-Nal, Guaíba e Bandeirantes. Nesta última empresa, ainda apresentou o programa Os Donos da Bola RS na televisão. A partir de 2018, passou a integrar a equipe de esportes do Grupo RBS, atuando pelo jornal Zero Hora, site GZH e Rádio Gaúcha, onde permanece atualmente.

Entre as coberturas realizadas, destacam -se jogos de Grêmio, Inter e Seleção Brasileira, com destaque para o Mundial de Clubes, nos Emirados Árabes Unidos, em 2017, e a cobertura de algumas partidas da Copa América de 2019.

 

Comentários dos prefaciadores

“O texto tem a cadência de um bom meio de campo. Flui com informação e sabor. Ao terminar a leitura, estava tomado – vamos lá – de uma pontinha de orgulho: puxa, então o Rio Grande do Sul já fez tudo isso?”

Roger Machado Marques, atualmente treinador do Fluminense, mas também ex-jogador, com passagens por Bahia, Palmeiras, Atlético-MG, Grêmio, Novo Hamburgo, Juventude, Vissel Kobe (Japão) e Seleção Brasileira.

 

“É preciso tirar o traseiro da cadeira e ir à luta. Ler, pesquisar, entrevistar e pensar. Analisar o material e repetir a operação. Mais leituras, pesquisas, entrevistas e reflexões. Até que tudo se encaixe. Ou não. Esse processo pode se tornar delicioso quando os personagens são complexos. O futebol gaúcho ofereceu ao Filipe um instigante time de treinadores que, cada um a seu jeito, bagunçou os conceitos estabelecidos da época”.

Sérgio Xavier Filho, comentarista do Sportv, e, sobretudo, jornalista, com 15 anos dirigindo a revista Placar e autor dos livros Operação Portuga, Vidas Corridas, 17 Polêmicas do Futebol Brasileiro e Edmundo Instinto Animal.